Educação Ambiental é o foco dos programas do Governo de São Paulo

13/04/2010 14:45

Criança Ecológica, Estação do Conhecimento Sabesp e Trilhas de SP se preocupam com a preservação

O Governo paulista se preocupa em oferecer, além da educação tradicional, suporte para que os alunos da rede pública de ensino e também os cidadãos possam ser educados ambientalmente. Para isso, vários dos programas governamentais estão focados na capacitação de professores, estudantes e população em geral, na formação de uma consciência de preservação ecológica e ambiental.

Criança Ecológica
A Secretaria do Meio Ambiente capacita profissionais da educação de todo Estado para que transmitam aos seus alunos os ideais do projeto Criança Ecológica. Assim, os educadores e outras pessoas envolvidas com o ensino fundamental poderão entender e ensinar melhor a metodologia das agendas ambientais Azul (água), Verde (fauna e flora), Cinza (poluição) e Amarela (aquecimento global e educação para a vida) nas atividades escolares das crianças. As capacitações acontecem em várias cidades do Estado. Algumas delas já tem datas agendadas.
 
Estação do Conhecimento Sabesp
A Estação do Conhecimento Sabesp é um espaço interativo, resultado de uma parceria inédita com a CPTM, tem 437 m² de área e mostra o ciclo completo da água, os principais projetos realizados na Região Metropolitana de São Paulo (Tietê, Córrego Limpo e Vida Nova - Proteção dos Mananciais) e conta um pouco da história da companhia e seu pacote de Soluções Ambientais.

"É uma grande sala de aula especial. Imaginem ensinar a todas as crianças do Estado sobre desde a captação da água até o fim desse ciclo? Aqui você pode ter escolas permanentemente vindo visitar e a criança não vai ver apenas a exposição da Sabesp, vai ver o trem, vai ver como funciona o transporte coletivo e começar a ter consciência de como é a vida numa cidade destas", afirmou o governador Alberto Goldman, durante a inauguração do espaço no dia 9 de abril.

O tour pelo local passa por seções interativas. Logo na entrada, uma imagem é projetada no chão e, enquanto caminha, o visitante tem a impressão de que está pisando na água. Neste espaço, há ainda um painel que projeta a imagem da Represa Guarapiranga na parede. Ao passar a mão na fotografia, pode-se apagar o que é indesejável, até mesmo retirar o lixo da represa. Saiba mais aqui.

Trilhas de São Paulo
Engana-se quem pensa que São Paulo é apenas a terra dos grandes negócios. São Paulo é também a terra do ecoturismo. O Estado oferece diversas opções para os amantes da aventura - na terra e no mar. Para que a população se aventure e encare os desafios desses roteiros, a Secretaria do Meio Ambiente lançou os passaportes Trilhas de São Paulo e Azul. A ideia é semelhante à adotada para os aventureiros que percorrem o Caminho de Santigo de Compostela, na Espanha. Quem chega ao final do percurso, ganha um carimbo para comprovar que cumpriu a missão.

Com os passaportes Trilhas de São Paulo e Azul, o governo promove a educação ambiental da população. Afinal, depois de curtir um dia próximo à natureza, respirar ar puro e superar obstáculos apresentados pelas trilhas ou ver as maravilhas submarinas, quem é que não se torna um defensor do meio ambiente? O Passaporte Trilhas de São Paulo foi criado em agosto de 2008 e oferece 40 sugestões de roteiros nas Unidades de Conservação Paulistas. As trilhas são classificadas em níveis de dificuldade baixo, médio e alto. O programa atrai cada vez mais amantes da natureza. De outubro de 2008 a julho de 2009 foram vendidos 6.014 passaportes - desse total, 4.019 já foram carimbados. Saiba mais aqui.

Do Portal do Governo do Estado com informações da Secretaria do Meio Ambiente e da Sabesp

 

Fonte: Prefeitura de São Paulo
Data da Publicação: 13/04/2010

Código de referência: 791 

Comente: Educação Ambiental é o foco dos programas do Governo de São Paulo

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário